Esporte

Reincidente em comemoração polêmica, Cueva se desculpa por cartão amarelo no São Paulo

Esporte 16/02/2017/ 11:39:14
Reincidente em comemoração polêmica, Cueva se desculpa por cartão amarelo no São Paulo
Cueva marcou primeiro gol do São Paulo e saiu com mão no ouvido na Vila apenas para torcedores do Santos Guilherme Dionízio/Estadão Conteúdo


Se tem gol de Cueva, tem comemoração polêmica. O meio-campo fez o primeiro da vitória do São Paulo sobre o Santos e, mais uma vez, colocou a mão no ouvido, como quem estivesse pedindo para ouvir a torcida adversária na Vila Belmiro. Mais uma vez, o jogador levou o cartão amarelo.



Em julho do ano passado, Cueva já havia sido advertido com cartão amarelo por fazer a mesma comemoração. Na ocasião, o meio-campo fez de pênalti o gol do empate contra o Corinthians, no Itaquerão. O árbitro Péricles Bassols relatou ?deboche? do jogador à torcida adversária. Quatro meses depois, no Morumbi, Cueva também fez de pênalti, comemorou da mesma maneira, mas não levou o amarelo.



Cueva até tentou explicar e disse que faz a mesma comemoração desde as categorias de base. De nada adiantou.



?Falei para ele (árbitro) que comemoro assim. Sempre foi assim, desde a base, mas não quero brigar com a torcida adversária. Não sou um jogador com essa atitude e sempre comemorei assim?, disse Cueva, ao Sportv. ?Faz parte do futebol. Acho que estou jogando com grandes jogadores, em um nível, muito alto, e cada um faz o melhor de si para sua equipe.?



Na Vila, Cueva abriu o placar mais uma vez de pênalti. Assim que saiu para celebrar no estádio que havia apenas a torcida mandante, os jogadores do Santos partiram para cima do camisa 10. Após alguma confusão entre os atletas, o árbitro Vinícius Gonçalves Dias Araújo mostrou o cartão amarelo.



Programas da Record na íntegra no R7 Play



EsportesR7 agora também no YouTube. Inscreva-se







Fonte: r7.com

Outras Notícias